Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

Antena Yes

Casamento sem padrinhos: Francielle e Dyever

28/03/2019

  • Fotos: Jeff Münchow
    Fran e Dyever: casamento sem padrinhos e com personalidade
  • Eles preferiram não escolher apenas alguns para apadrinharem a união
  • Todos os convidados eram especiais e por isso foram considerados padrinhos
  • Além disso, deixaram de lado os protocolos da entrada dos noivos à festa

   Quando contaram sua história para a equipe do Yes Wedding (que você confere na íntegra AQUI), Francielle Francis e Dyever Hashitani deixaram claro que seguir tradições não é algo que eles costumam levar como lema de vida! “Nunca teve pedido de namoro e nem mesmo de casamento. Quando faltava um ano para eu me formar na faculdade decidimos levar nossa união mais a sério e noivamos”.

   Assim, era de se esperar que o casamento também não seguisse à risca todos os protocolos. “Optamos por algo relativamente pequeno, com apenas 70 convidados. E todos que estavam lá eram realmente muito especiais para nós e queríamos que todos se sentissem assim. Então pensamos, por que ter padrinhos? Todos podem ser nossos padrinhos!”

   Segundo a noiva, não havia a possibilidade de selecionarem apenas alguns para apadrinhar a união. “Cada pessoa que ali estava fazia parte da nossa vida de alguma forma. E eles souberam disso, desde a nossa descrição no site dos noivos até a cerimônia, quando o celebrante ressaltou a importância de cada um ali”, explicou.

   E se você pensa que essa foi a única mudança que fizeram está enganado. O casal optou por algo totalmente personalizado da entrada do noivo à primeira dança que, aliás, não aconteceu. “O Dyever não fez entrada, pois é muito tímido e preferiu me esperar no altar. Os pais deles entraram juntos, seguidos da nossa daminha: minha irmã de 15 anos. Na minha entrada mais uma mudança: caminhei até o meu pai ao som da marcha nupcial, e no caminho, quando encontramos com a minha mãe, começou a tocar Perfect, do Ed Sheeran”, declara ela que ainda descreve como foi a comemoração: “Como casamos às 11h da manhã, não tivemos baile. Preferimos algo como um almoço de domingo, e sem dança dos noivos”, finaliza.

   Relembre aqui mais detalhes do casamento!

(Foto: Jeff Münchow)
 

Você também
pode gostar de...

Antena Yes

O casamento da princesa...

Quem ouviu falar da princesa Stéphanie...

Antena Yes

Inspiração para noivas vintage...

Todo o charme e requinte que...

Viagem a dois

Joe Jonas e Sophie...

Depois de uma animada troca de...